top of page

Dicionário do marketing digital: o que é e seus pilares


O dicionário do marketing digital é um recurso que reúne os termos e métricas mais utilizados pelos profissionais da área. Isso é muito importante para que eles saibam o que precisa ser otimizado ou corrigido em uma estratégia.


Compreender o que determinada palavra ou sigla significa é crucial para entender se uma prática combina ou não com o negócio, se está de acordo com seus propósitos e quais são as consequências de utilizá-la.


É claro que a companhia não precisa acompanhar todas as métricas, mas precisa conhecê-las e a melhor forma de fazer isso é por meio do dicionário de marketing.


Ele centraliza os termos mais usados pelo setor e facilita o trabalho dos profissionais para que possam criar campanhas e estratégias realmente favoráveis.


Não é novidade para ninguém que investir em marketing é uma necessidade para qualquer negócio que queira divulgar seus produtos e serviços para as pessoas certas e aumentar as oportunidades de vendas.


No entanto, para que isso aconteça, o investimento precisa ser eficaz. Pensando nisso, este artigo vai explicar quais são as métricas presentes no dicionário de marketing, quais são os termos utilizados no dicionário e qual é seu objetivo.


Métricas presentes no dicionário de marketing


As métricas de marketing medem o sucesso de uma campanha e mostram como é o desempenho dessas estratégias em relação aos indicadores-chave.


Analisar essas métricas é essencial para potencializar os investimentos em marketing, e algumas das principais são:

  • CAC (Custo de Aquisição de Cliente);

  • CPC (Custo Por Clique);

  • CPA (Custo Por Aquisição);

  • CTR (Click Through Rate);

  • KPI (Key Performance Indicators);

  • ROI (Return On Investment).

Um fabricante de sacola plástica branca personalizada precisa medir o custo de aquisição de clientes porque ele indica o quanto ela está gastando para conquistar clientes novos, além de definir o orçamento e as ações de marketing.


Quanto ao CPC, precisa ser medido porque trata da cobrança de serviços por clique em anúncios pagos, dentro de várias plataformas, como Google e Facebook, definindo o quanto a marca deseja pagar pelos cliques.


Outra métrica importante é o custo por aquisição, muito parecido com o custo por cliques, com a diferença de que a cobrança é calculada em cima do número de conversões.


O CTR é uma métrica muito importante porque verifica se os anúncios estão tendo um bom desempenho, indicando o número de cliques dividido pelas impressões da campanha.


Uma das métricas mais famosas é o KPI porque são indicadores que medem o progresso das ações, considerando uma meta.


Por fim, outra métrica acompanhada de perto pelas empresas, como um buffet para festa de 18 anos, o retorno sobre os investimentos (ROI), que mostra o quanto de dinheiro a empresa ganhou ou perdeu em suas ações de marketing.


Termos mais utilizados no dicionário


Existem alguns termos que se destacam mais no dicionário de marketing, e um deles é “autoridade na internet”. Ser uma autoridade nos canais digitais é imprescindível por que mostra que a empresa domina seu segmento.


Isso faz com que ela se torne uma verdadeira fonte de informações, além de ser capaz de auxiliar as pessoas em relação às suas dúvidas, o que aumenta a credibilidade da marca.

“Briefing” é outro termo muito usado e muitos trabalhos de marketing precisam dele. Trata-se de um documento que resume todas as informações que precisam constar no material solicitado pelo cliente.


A agência de marketing envia esse questionário e o cliente responde, de acordo com seus objetivos, assim, os profissionais podem iniciar o projeto de divulgação de maneira mais direcionada e assertiva.


Toda marca precisa trabalhar seu “branding” e esse termo se refere a um conjunto de estratégias que vão beneficiar o posicionamento da empresa e melhorar a percepção de valor de sua marca perante os consumidores.


O branding de uma escola que oferece aula guitarra engloba todas as estratégias de comunicação, bem como identidade, tom de voz, conteúdo, estilo, personalidade, entre outros elementos que formam o DNA da empresa.


Uma página de conversões bem-sucedida conta com um bom “CTA”, uma abreviação para Call To Action, que nada mais é do que uma chamada para ação, que incentiva o usuário a tomar uma atitude previamente definida pela marca.


Esse botão convence o visitante do site a comprar alguma coisa, compartilhar um material, fazer um download, entre outras possibilidades. É sempre usado no imperativo e ajuda a empresa a alcançar seu propósito.


A organização também precisa investir em estratégias que geram “engajamento”, um dos maiores objetivos de qualquer marca que se preze.


Se o público do negócio estiver engajado com suas publicações nas redes sociais, o sucesso do marketing está garantido. Ele pode ser medido por meio de comentários, curtidas e compartilhamentos, ações essenciais para aumentar o alcance.


Quando uma pessoa pesquisa informações na internet sobre projetor 8k preço, significa que já está no fundo do “funil de vendas” de empresas que oferecem esse produto.


Esse termo também está muito presente no marketing digital porque forma um modelo estratégico que ajuda a trabalhar melhor o marketing de conteúdo.


Os materiais são criados para as três etapas do funil de vendas, que são topo, meio e fundo de funil, tudo isso com o objetivo de atrair usuários, convertê-los em potenciais clientes, estabelecer uma relação, vender e fidelizar clientes.


Para que tudo isso seja muito bem trabalhado, a companhia precisa estar por dentro do conceito de Inbound Marketing. Mais do que isso, é essencial investir nessa estratégia.


O objetivo do inbound é atrair as pessoas por meio de conteúdos relevantes que educam o cliente e a partir disso inserir essas pessoas no funil de vendas, até que finalmente estejam prontas para comprar.


Agora, se tem uma coisa que todas as empresas querem fazer é conquistar leads. Para que uma escola ganhe novos alunos que vão fazer a primeira aula de guitarra, primeiro ela precisa atrair potenciais clientes.


O lead é justamente isso, tendo em vista que se trata de um usuário, que acessou o canal da empresa na internet e forneceu suas informações em troca de um material educativo ou qualquer outro tipo de oferta interessante para ele.


Justamente por demonstrar esse interesse, passa a ser considerado um potencial cliente, mas até que esteja pronto para comprar, deve ser nutrido com conteúdos de qualidade, informações e ofertas.


No entanto, para desenvolver materiais que realmente sejam do interesse dessas pessoas, a empresa precisa saber quais são as características de sua persona.


Trata-se de um personagem semi fictício que representa as características do cliente ideal do negócio. Para saber quem é sua persona, uma empresa especializada em fachada glazing residencial deve reunir informações como:

  • Idade;

  • Sexo;

  • Profissão;

  • Escolaridade;

  • Problemas;

  • Necessidades;

  • Desafios.

Essas e muitas outras informações sobre a persona são encontradas por meio de pesquisas com os clientes atuais, além de um entendimento mais profundo sobre o público-alvo.


Por fim, para que as estratégias orgânicas sejam satisfatórias e o site da empresa alcance um bom posicionamento nos resultados de pesquisa, a marca precisa investir em SEO.


Essa sigla se refere a um conjunto de otimizações realizadas nas páginas institucionais do negócio e em seus conteúdos, para que eles apareçam bem posicionados nos mecanismos de busca organicamente.


Objetivos do dicionário de marketing


Uma auto escola para iniciantes precisa usar o dicionário de marketing porque lidar com

as estratégias nem sempre é fácil, principalmente para as pessoas que não trabalham na área.


O objetivo do dicionário é trazer entendimento sobre a linguagem e as metodologias usadas no setor. Isso evita que gestores e empreendedores fiquem perdidos em meio a diversos termos, como os que foram mostrados anteriormente.


Além disso, o dicionário de marketing também tem o propósito de esclarecer as estratégias para que a companhia escolha aquelas que realmente estão relacionadas aos seus propósitos.


O marketing digital ficou conhecido por trabalhar com ações e ferramentas assertivas, desde que a organização saiba como utilizá-las e tenha um direcionamento.


Com a ajuda do dicionário de marketing, um fabricante de porta papel de acrílico vai conhecer melhor esses termos, escolher as estratégias que vão levá-lo até seu objetivo, além de aumentar o engajamento e aprender a lidar com os clientes.


Considerações finais


Qualquer tipo de empresa, independentemente de seu segmento ou tamanho, precisa investir em marketing digital para alcançar seu público e divulgar seus produtos e serviços.


Se não houver uma boa presença na internet, é praticamente impossível conquistar a atenção do público, despertar o interesse das pessoas pelas soluções, ter mais oportunidades de negócios e aumentar as vendas.


Mas a base para alcançar tudo isso não é apenas investir em divulgação, visto que é essencial conhecer seus principais termos, usando um bom dicionário de marketing.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


bottom of page