Análise SWOT: Como fazer uma matriz e qual a sua importância?


<a href='https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/reuniao'>Reunião foto criado por rawpixel.com - br.freepik.com</a>


Toda organização, em seu ambiente interno e externo precisa identificar as diversas possibilidades de melhoria e otimização do seu desempenho, para isso, a análise SWOT é recomendada.


Essa análise é conhecida também como matriz FOFA, que é um método de realizar um planejamento estratégico englobando diversos cenários para a tomada de melhores decisões.


É importante a observação de 4 fatores fundamentais: Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats (FOFA), que em português é traduzido como: Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.


Ela permite a detecção de riscos e ameaças em uma empresa de polimento automotivo, inserindo ações necessárias em seu planejamento estratégico para que uma força-tarefa seja montada, a fim de solucionar os problemas que surgem.

Por meio dela é possível tomar conhecimento dos pontos positivos e negativos, de algo específico que está ocorrendo, para que as decisões sejam mais inteligentes, impactando no crescimento futuro da empresa.


Quando se compreende as forças e as fraquezas (fatores internos) do serviço de mudança interestadual, por exemplo, o seu posicionamento organizacional fica mais alinhado à realidade do mercado em que atua, sendo ele sempre muito competitivo.

Quanto às oportunidades, elas mostram os aspectos favoráveis do contexto externo da empresa analisada e as ameaças, os aspectos desfavoráveis, também no mesmo ambiente externo.


Qual a importância da Análise SWOT


A análise SWOT, sendo uma ferramenta estratégica, tem o função no auxílio, análise e identificação dos ambientes internos e externos de uma organização e proporciona melhorias contínuas.


Ao utilizar-se dela tem como obter o conhecimento do todo, identificando qual dos dois ambientes influenciam no negócio de construção de piscina elevada, por exemplo, e se o seu crescimento pode ser ou não prejudicado.


Sua aplicação é importante, também, pois permite identificar antecipadamente quais as ameaças que podem impactar nos negócios oferecidos pela empresa.


Como aplicar a Análise SWOT


Como o seu papel é realizar planos para objetivos estratégicos com base no ambiente interno e externo, ela procura entender as razões dos planejamentos falharem dentro das empresas.


São utilizados alguns critérios de análise em uma oficina mecânica, por exemplo, e que antes do surgimento do SWOT ou FOFA, era conhecido como SOFT, o embrião que deu origem a tudo.


São eles:


  • Algo positivo no presente é uma Força;

  • Algo positivo no futuro é uma Oportunidade;

  • Algo negativo no presente é uma Fraqueza;

  • Algo negativo no futuro é uma Ameaça.


Com esses elementos identificados, uma empresa de sistema de rastreamento de frota diante das análises internas e externas pode implementar melhorias e alavancar os negócios e as vendas, sem prejuízos futuros, de forma organizada.


As Forças


São elementos internos do negócio, que podem potencializar a análise do objetivo estratégico e podem estar sob controle da empresa.

Alguns exemplos desses elementos são:


  • Características da equipe;

  • Ativos, como imóveis e equipamentos;

  • Localização privilegiada;

  • Relacionamentos estratégicos com outras empresas;

  • Networking dos investidores;

  • Portfólio de clientes.


As forças são muitas, mas é importante que a empresa foque nas que são mais importantes no negócio de prensa para latinha automática e que fazem diferença para a análise interna, realizada por meio de um diagnóstico empresarial.


As Fraquezas


Assim como a Força, as Fraquezas também são elementos internos que podem prejudicar a análise do objetivo estratégico. Mesmo que elas estejam sob o controle da organização, elas acabam não colaborando com a missão interna.


Algumas delas são:


  • Produto perecível;

  • Matéria-prima escassa;

  • Equipe não qualificada;

  • Tecnologia ultrapassada;

  • Falhas no processo de entrega.


Importante salientar que a ausência de uma força, pode mais a frente se tornar uma fraqueza no negócio de divisória corporativa e vice-versa, principalmente, se a equipe não for qualificada para programações em computadores.


As Oportunidades


São situações externas que quando analisadas corretamente afetam de forma positiva a empresa e mesmo que não estejam sob seu controle, ainda assim existe uma possibilidade de ocorrer. Exemplos: