Qual é a importância do merchandising e como ele opera


Qual é a importância do merchandising e como ele opera

Investir em merchandising é fundamental para que um produto tenha sucesso no ponto de vendas, afinal, essa estratégia define o modo como as mercadorias serão expostas e vendidas.


São ações que geram muitos impactos nos resultados comerciais, mas antes de começar a investir em merchandising, é muito importante conhecer seus diversos tipos.

Dentre as características do consumidor moderno está o fato de que ele é bombardeado por informações a todo momento, o que pode distraí-lo facilmente e impactar a experiência de compra.


Entender sobre merchandising é uma forma de driblar essa situação e melhorar o desempenho nas vendas dos mais variados tipos de mercadorias. Você mesmo, como consumidor, ao entrar em uma loja, é atraído por alguns produtos em detrimento de outros.


Imagine, por exemplo, entrar em uma livraria e ver que existe um grande expositor exibindo uma obra que acabou de ser lançada. O ambiente está todo enfeitado e é impossível olhar para outro lugar. Certamente, você vai ficar curioso.


Este é um exemplo de merchandising, e para entender um pouco mais sobre o assunto, vamos mostrar quais são seus tipos, falar sobre algumas estratégias e como deve ser o visual do merchan.


Tipos de merchandising


Os tipos de merchandising podem variar de acordo com os objetivos da empresa, que geralmente costumam ser:

  • Aumentar as vendas;

  • Fidelizar clientes;

  • Lançar produtos;

  • Aumentar o conhecimento de marca.

Por conta disso, antes de escolher entre os tipos de merchandising, é necessário definir o objetivo da empresa. A partir disso, poderá trabalhar com várias possibilidades, como:


1 - Merchandising no ponto de vendas


A empresa pode criar um material de comunicação visual para supermercado e com isso trabalhar com um dos principais tipos de merchan.


De acordo com alguns estudos, o design e o layout de uma loja são fatores que influenciam o comportamento do cliente, sendo mais importantes até mesmo do que as promoções.


O merchandising no PDV também é conhecido como merchandising de organização, pois a maneira como as gôndolas são dispostas, quais produtos são utilizados nos mostruários e tudo o que fica próximo do caixa são detalhes importantes.


2 - Merchandising fora do ponto de vendas


A experiência do consumidor passa por diferentes pontos até que ele realmente decide comprar algo, por conta disso, as estratégias precisam ir além do ponto de vendas.


A marca precisa investir em estratégias de reforço, como no caso dos eventos, degustações e outras possibilidades que façam sentido para o seu merchandising.


Um exemplo clássico disso são os materiais promocionais: eles ajudam o consumidor a ter contato com o produto, antes da compra.


Outro exemplo são as estratégias pela internet, ambiente onde os consumidores procuram todo o tipo de produto ou serviço, como conserto de celular mais próximo.


3 - Merchandising de varejo


Quando o cliente compra um produto no varejo, várias ações podem ajudar a fidelizá-lo. As estratégias para esse setor fazem com que o consumidor se interesse e se identifique com alguns fatores, por isso volte a comprar com frequência.


Algumas ações nesse sentido são as promoções culturais, cupons de desconto e programas de fidelidade. Com um bom planejamento, o merchandising de varejo traz recursos que vão aumentar o fluxo de consumidores para o produto.


4 - Merchandising orientado a dados


Esse tipo, como o próprio nome sugere, é orientado a dados em tempo real para melhorar os resultados no ponto de vendas.


Ele considera dados de atividades, dados observacionais e dados de vendas, e por auditorias no ponto de vendas, com solução tecnológica, é possível melhorar as tomadas de decisões.


5 - Merchandising de sedução


Você já deve ter reparado que a decisão de compra e a experiência do cliente envolve, geralmente, os cinco sentidos. As pessoas estão atentas ao cheiro, sabor, visual, som e ao contato com os produtos e serviços.


Isso cria uma conexão emocional que vai impactar a decisão de compra, seja na hora de assinar um contrato de aluguel de escritório compartilhado ou comprar um sapato.


As estratégias de merchandising podem trabalhar gatilhos emocionais, além de explorar os cinco sentidos do corpo humano, sendo: tato, paladar, visão, audição e olfato.


Melhores estratégias de merchandising


Conforme o Sebrae, investir em estratégias nos pontos de venda melhora a experiência de compra e facilita a fidelização dos clientes. Isso acontece porque cerca de 85% dos consumidores decidem comprar no estabelecimento.


Portanto, se ele estiver bem preparado para receber as pessoas, vai conseguir influenciar de maneira positiva e trazer mais resultados para os negócios.

Existem algumas estratégias de merchandising que funcionam muito bem nesse sentido, e uma delas é a fachada do local.


Cuidar bem da fachada, por elementos como iluminação emergência led, é muito importante visto que é o primeiro ponto de contato que o consumidor terá com a loja.

O ideal é que o letreiro seja simples, fácil de memorizar e que a composição da fachada na totalidade esteja bem conservada.


A vitrine é outra estratégia importante, e deve ser bem iluminada para destacar os produtos e atrair a atenção das pessoas. Enquanto a iluminação branca aumenta a visibilidade, a amarelada revela detalhes, texturas e cores.


Não se esqueça de cuidar do mobiliário, pois essa estra