top of page

Storytelling: o que é e como pode ser importante para o seu negócio?

Storytelling é uma estratégia que tem como objetivo contar uma história, sendo uma técnica que traz vida e um significado maior para um cenário. Capaz de provocar sentimentos diversos, consegue cativar a audiência.


Uma das maiores estratégias de Marketing Digital da atualidade é o Marketing de Conteúdo. Trata-se de uma ação que consiste em levar informações relevantes e valiosas para o público e que estejam relacionadas ao negócio. Mas diante de um mercado extremamente competitivo, as pessoas querem muito mais do que informações. O consumidor busca marcas que saibam envolvê-lo, entregar valor e despertar sentimentos.


Para potencializar ainda mais os conteúdos publicados na internet e em outros meios de comunicação, surgiu o storytelling. Ele conta histórias que fazem com que o público se identifique, além de despertar emoções e diversas.


Saber despertar as emoções dos consumidores é fundamental para cativá-los e despertar o interesse pelos produtos e serviços.


Para entender um pouco mais sobre o assunto, este artigo vai mostrar os benefícios do storytelling, falar um pouco sobre seu objetivo e explicar as habilidades que fazem parte dessa prática para obter os melhores resultados.


Benefícios do storytelling


Um dos principais benefícios do storytelling é que essa estratégia é capaz de humanizar a comunicação entre a marca e os consumidores. Quando ela compartilha histórias de sucesso, consegue moldar o relacionamento com as pessoas.


Muitas marcas já perceberam os benefícios que essa prática pode trazer, visto que consegue estreitar o relacionamento com o público e fazer com que as pessoas se identifiquem com a mensagem transmitida.


Para um fabricante de prensa hidráulica grande, é muito mais eficiente contar uma história que mostre os benefícios e as vantagens de um produto ou serviço do que simplesmente descrevê-lo, tendo como foco a relação de compra e venda.


Contar boas histórias com o storytelling também é vantajoso porque aumenta a retenção da mensagem por parte do público. Quando a empre coloca essa estratégia em prática, produz material atraente e com grandes chances de conversão.


Uma das coisas que o consumidor moderno evita são as propagandas invasivas e quem tenta vender alguma coisa a todo custo. É essencial investir em práticas úteis para promover as soluções e que criam uma conexão emocional com a audiência.


Boas práticas são capazes de gerar identificação e empatia, fazendo com que as pessoas se sintam mais dispostas e engajadas com os conteúdos, e esse engajamento é demonstrado por meio de curtidas, comentários e compartilhamentos. Quanto mais engajamento a marca obtém, mais passa a ser reconhecida pela qualidade de seus produtos e serviços, o que valoriza ainda mais as estratégias de marketing e vendas.


Objetivo do storytelling


Assim como o próprio nome sugere, o objetivo do storytelling nada mais é do que contar uma história, o que, dentro do contexto de comunicação, consegue criar um vínculo emocional com o público e ganhar sua atenção.


Também é capaz de transmitir uma mensagem de maneira eficaz e gerar oportunidade de compra para o produto ou serviço. Porém, esse objetivo só é alcançado se é estratégia foi capaz de chegar a outros propósitos, sendo:

  • Guiar a jornada de compra;

  • Gerar identificação;

  • Despertar emoções;

  • Seduzir com a narrativa.

No entanto, para alcançar todos esses objetivos, uma empresa de táxi dog precisa saber quais são as habilidades do storytelling.


Habilidades do storytelling


Contar histórias é algo que faz parte da natureza humana. Antigamente, isso era feito por meio de desenhos na parede, mas hoje em dia, o ser humano tem inúmeras possibilidades de contar uma história e usar habilidades que estão presentes na jornada do herói.


Joseph Campbell escreveu o livro “O Herói de Mil Faces” e, nele, apresentou o padrão narrativo das histórias mais emocionantes e famosas do mundo. Essa estrutura também deve ser usada por um fabricante de esteira ergométrica com inclinação automática ao investir em storytelling, usando as seguintes habilidades:


Introdução


A primeira coisa que precisa ser feita é introduzir o público para o universo presente dentro da história. É assim que as pessoas vão saber quem é o personagem e em qual contexto está inserido.


A audiência vai criar uma conexão e sentir empatia com a história, o que aumenta o interesse e faz com que todos continuem prestando atenção.


Conflito


A segunda habilidade é o conflito, algo que desperta a curiosidade de quem está consumindo a história. O ideal é não demorar muito para chegar nessa parte, pois quanto mais cedo for, mais curioso o público vai ficar. Essa é uma etapa que gera muitas dúvidas, mas a boa notícia é que não precisa ser nada mirabolante ou fantasioso.


Um fabricante de persiana romana quarto pode pensar em problemas do cotidiano que o público pode estar enfrentando. Isso ajuda a conquistar a empatia das pessoas e fazer com que elas se identifiquem com a história.


A recusa


Ao longo da vida, as pessoas sempre vão passar por algum problema que pensam em desistir de resolver, e isso pode ser muito bem explorado em uma estratégia de storytelling, tornando-o mais envolvente e cheio de desafios.


Para melhorar ainda mais, a organização pode desmembrar o conflito e listar impeditivos que provoquem a vontade de desistir do personagem.


A ajuda


Esta etapa é marcada pelo encontro de um mentor que vai ajudar o personagem a superar o momento de conflito. Para um fabricante de refletores é o momento perfeito de mostrar sua marca e a solução que ela pode trazer para o problema.


Nesta etapa da história, o ideal é focar mais na solução do negócio, porque isso torna a narrativa mais envolvente e menos invasiva.


Superação


Depois de receber a ajuda necessária, o personagem se sente pronto para enfrentar o desafio, e a cada nova etapa, descobre maneiras diferentes de passar por ele.

Mesmo que o caminho não seja fácil, ele será mais capacitado e tenho certeza de que encontrou a maneira certa de resolver o que precisa. Tudo isso vai preparar o personagem e o público que está consumindo a história para o grande desafio final.


A virada


A etapa da virada inspira confiança no público, pois mostra que apesar de todas as dificuldades, a solução foi encontrada.


Quando chega nessa parte da história, o personagem já criou uma conexão emocional com ela e com o negócio. A partir daqui, uma empresa terceirizada de porteiro já está fazendo com que o público vibre e torça pelas conquistas do personagem.


Trata-se de um momento decisivo para a história, pois é um elemento fundamental para a conclusão e que atitude é o suficiente para resolver os problemas, além de mostrar que a companhia traz a solução necessária.


Conclusão


Por fim, ocorre o desfecho da história, uma etapa muito importante para demonstrar que a vida do personagem muda, de acordo com as escolhas feitas por ele.


Na conclusão, recomenda-se abusar das emoções, sempre tomando cuidado com clichês para que a narrativa não se torne invasiva.


Como aplicar a estratégia


Depois de entender todas as habilidades do storytelling, fica mais fácil saber como desenvolver essa técnica é contar uma história cativante para os clientes.


Se uma pessoa estiver procurando informações sobre cobertura de toldo para garagem preço, pode se deparar com uma história interessante e ela precisa acontecer dessa forma.


Independentemente do meio escolhido, é indispensável que a história chame a atenção do público e saiba manter seu interesse. A melhor forma de fazer isso é saber o que falar, com quem falar, por que falar, onde falar, quando falar e como falar. Responder essas perguntas vai criar um guia para escrever a narrativa da marca.


Para melhorar ainda mais sua estratégia, um fabricante de adesivo automotivo esportivo não deve colocar informações desnecessárias nem utilizar personagens genéricos ou rasos. Para envolver e engajar ainda mais as pessoas, não se deve ser muito direto ao apresentar a narrativa, ao mesmo tempo em que é importante evitar delongas.


Considerações finais


Uma das coisas mais importantes para qualquer empresa é saber se comunicar com seu público e prender a atenção das pessoas, e nada melhor do que uma boa história para fazer isso.


O storytelling traz a solução perfeita para as companhias que querem atrair sua audiência e gerar identificação. Ela vai mostrar situações do cotidiano vivenciadas por um personagem que vai prender a atenção do público. Como resultado, mais consumidores vão se identificar com a empresa, seus produtos e serviços, o que aumenta as chances de sucesso nas vendas.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

bottom of page