Guia completo para anunciar no Facebook Ads


<a href="https://www.freepik.com/photos/icon-collection">Icon collection photo created by natanaelginting - www.freepik.com</a>

Imagine uma ferramenta de publicidade que pode alcançar seu cliente ideal com base em dados como preferências individuais, interesses e comportamentos. O Facebook Ads tem esses recursos e muito mais!


Os anúncios do Facebook são usados ​​por centenas de marcas e lojas online. Principalmente para quem não tem muita experiência nesse assunto nem um grande orçamento para começar a desenvolver estratégias de marketing, mas percebeu na plataforma a oportunidade de alcançar e se relacionar com os potenciais clientes.


A verdade é que a publicidade no Facebook pode ser muito benéfica para o crescimento da sua loja online. Mas para obter bons resultados, você precisa estar disposto a aprender algumas práticas e realizar as ações corretamente, avaliando os resultados obtidos.


Este texto é um guia completo para anunciar no Facebook Ads, indo desde a definição da ferramenta, as estratégias associadas a ela e um passo a passo para utilizá-la com qualidade.


O que é o Facebook Ads?


Na prática, o Facebook Ads é uma plataforma voltada para a realização de anúncios nas redes vinculadas ao Facebook, sendo um dos recursos de marketing mais eficazes para expandir os negócios, gerar leads e aumentar as vendas de produtos diversos, como cordoalha de aço.


Com ele, você pode ampliar o alcance da marca, criar diferentes públicos, alcançar usuários que já visitaram seu site e exibir sua marca para as pessoas certas.


Mas antes de começar, é preciso entender informações importantes sobre a plataforma, seus benefícios, diferentes tipos de publicidade, opções de segmentação e muito mais.


Como fazer um anúncio no Facebook Ads?


O Facebook Ads é bastante fácil e intuitivo. No entanto, como a plataforma tem muitas opções de segmentação e formatos para anúncio, você precisa estar ciente de certas opções que podem parecer detalhes mínimos - mas que podem mudar significativamente o impacto do anúncio.


Confira esse passo a passo para criar anúncios na plataforma do Facebook.


1. Escolha metas


Nenhuma publicidade existe isolada. Ela faz parte de uma campanha de marca com objetivos claros, mesmo que não estejam definidos em detalhe no início.


Por exemplo, uma empresa pode ter como objetivo aumentar as vendas de brindes personalizados ou gerar conteúdo para aumentar o reconhecimento da marca para o público em geral.


Assim, os anúncios no Facebook começam com boas conversas com clientes ou departamentos, explicações detalhadas sobre a realidade que a marca vive, onde ela quer chegar e quais objetivos quer atingir no curto prazo e quais ações podem ajudar nesse processo.


Um bom planejamento de mídia é essencial para isso, pois ajuda a olhar essas informações de forma mais objetiva para atingir os objetivos da mídia paga.


2. Entre no Gerenciador de Anúncios


Com esta ferramenta de publicidade nas redes sociais, você pode criar diferentes formatos de anúncios, tanto no Facebook quanto no Instagram, ajustar sua segmentação e atingir um público mais qualificado.


Aliás, essa é uma das grandes diferenças entre impulsionar (utilizar um conteúdo já pronto para alcançar mais público) e criar anúncios no Facebook.

Se você tiver uma conta do Facebook que gerencia as fanpages às quais seus anúncios estão vinculados, clique em “Mais” na coluna da esquerda e, posteriormente, clique em “Ad Manager”.


3. Selecione um grupo-alvo


Em seguida, você precisa escolher quem vai visualizar estes anúncios, definindo os interesses do público.


Com tantas opções, definir seu público-alvo é fundamental para os resultados obtidos e é um dos momentos da criação que depende muito da criatividade em combinação e inteligência para avaliar testes, resultados e personalização, adequando melhor o conteúdo ao público-alvo.


A principal vantagem nesse sentido é que a plataforma pode salvar a segmentação programada pela empresa de engenharia civil, por exemplo, para próximas campanhas.

Além disso, proporciona ao usuário um ótimo ponto de partida para o desenvolvimento da campanha.


Assim, você pode usar a página do Instagram ou do Facebook de um cliente para encontrar pessoas com os mesmos interesses e comportamentos, por exemplo.


Para personalizar o público clique em “Novo” e escolha se deseja criar um público semelhante a um já utilizado, personalizar a audiência ou iniciar uma segmentação nova.

Esse processo inclui dados demográficos como interesses, páginas que o usuário está seguindo, idade, sexo, região e curtidas.


O processo é simples. Após a segmentação, você pode salvar seu público clicando em “Salvar este público”. A partir daí, está disponível na guia “Usar públicos-alvo salvos” para uso nas próximas campanhas desenvolvidas.


4. Defina um orçamento


Ao criar uma conta, você será solicitado a escolher entre dois métodos de pagamento: manual e automático.


Com os pagamentos manuais, você primeiro adiciona dinheiro e o usa para publicidade.

Já para pagamentos automáticos, a ordem é inversa. Primeiro, é preciso definir o limite de débito, ou seja, o valor estimado que será debitado na campanha, considerando o alcance desejado.


5. Crie o anúncio


Você precisa usar o menu à esquerda da plataforma para não se perder na organização e criação de materiais.


Isso também permite que você acompanhe a criação da campanha passo a passo, e retorne etapas, se necessário. Além disso, é possível desenvolver séries de anúncios, ou usar uma mesma campanha para diferentes nichos da audiência.


Use essa hierarquia para organizar seus anúncios para que você não precise começar de novo. Por exemplo, diferentes anúncios com a mesma finalidade podem fazer parte da mesma campanha.


Dicas para fazer um bom anúncio


Já é palpável que anunciar produtos diversos, desde roupas até filtros a vácuo com o Facebook Ads é uma ótima estratégia para o negócio.


No entanto, você pode usar algumas técnicas para melhorar as estratégias, conforme segmento de público, e obter resultados ainda melhores. Leia mais a seguir.


Use fotos de pessoas


As pessoas usam as mídias sociais para interagir com outras contas, seja de empresas ou de usuários. Contudo, em ambos os casos, o fator humanização é fundamental.


Afinal, somos seres sociais que estão sempre em busca de identificação.


Por esse motivo, escolher uma imagem de uma pessoa ou rosto que seja amigável para realizar anúncios tem mais chances de chamar a atenção do espectador.


Outra opção é inserir os produtos em um contexto de uso, assim os usuários conseguirão imaginar como seria se tivessem determinada peça de roupa, por exemplo.


Crie um bom CTA


CTA é um acrônimo para call to action, que significa chamado para a ação. Essa chamada indica que o leitor dos anúncios execute determinada ação, sendo as mais comuns:

  • Clique no link;

  • Baixe ou compre o material;

  • Forneça informações de contato;

  • Inscreva-se em nossa newsletter.

Assim, você obterá melhores resultados se criar um CTA criativo e bem planejado nas campanhas. Para fazer isso, preste atenção aos seus objetivos de anúncios.


Alguns exemplos de CTAs são frases como “faça um teste gratuito”, “junte-se a nós” e “saiba mais”. Ou seja, frases curtas que instigam o interesse.


Teste tudo relacionado à campanha


Essa dica é um pré-requisito para todas as atividades de marketing digital. Várias campanhas falham devido a um erro que um simples teste poderia ter evitado.


Para a mídia paga, a perda é ainda maior porque significa dinheiro desperdiçado.


Antes de criar anúncios ou aumentar orçamentos, pense em sua estratégia geral e no que acontece depois que um lead clica em uma postagem.


Revise a segmentação, a gramática e ortografia da landing page e os formulários criados para reunir dados do público também devem ser avaliados para proporcionar um melhor resultado.


Assim, é crucial que a linguagem usada se adeque a utilizada pelo público. Afinal, se comunicar com alguém que busca por manutenção de elevadores demandará estilos distintos de um público formado por jovens que buscam por produtos personalizados para festa.


Além da adequação, acompanhe as respostas tidas na campanha para identificar possíveis melhorias para as próximas ações.


Faça segmentações personalizadas


O Facebook também pode segmentar seu público personalizado de maneira menos óbvia.


Com parcerias com alguns corretores de dados proeminentes, o Facebook provavelmente nos conhece mais do que pensamos.


Além disso, acompanhar o histórico de gastos de cada cliente pode ser muito útil para criar seus próprios critérios para os anúncios de piso laminado colocado com rodapé preço, por exemplo.


Use o pixel de conversão


Essa ferramenta é amplamente utilizada para monitorar o andamento de anúncios fora da plataforma do Facebook, por exemplo, em outros sites da internet, como o seu próprio site.


Para obter bons resultados, você precisa de uma composição concreta e mais cuidadosa.


A criação de pixels permite que você aprenda dados básicos sobre o comportamento de leads e clientes convertidos.


Conhecer esses fatores é muito importante para sua estratégia de remarketing.


Portanto, se você estiver interessado, principalmente se não estiver usando o Facebook como plataforma principal, é interessante saber mais sobre esse modelo de publicidade.


Por que usar o Facebook Ads?


Uma das características que potencializa o sucesso das campanhas criadas pela plataforma é a segmentação de público. Ao criar um anúncio, você pode restringir o público-alvo usando dados geográficos, faixa etária e muito mais, de modo a ter mais assertividade na ação, mesmo que não haja um alto valor a ser investido na campanha.

O Facebook é a rede social mais utilizada pelos brasileiros, logo, estar nela é uma ótima forma de aumentar o reconhecimento da marca.


Anúncios ou campanhas patrocinadas podem atingir até 50 milhões de usuários e mostrar todos os benefícios e diferenciais das chaves codificadas.


Outro benefício que os anúncios do Facebook garantem é um ROI rápido para campanhas, principalmente campanhas de conversão.


A publicidade feita para o Facebook também ajuda você a entender melhor a base de clientes na rede.


Ao avaliar e comparar os dados de cada anúncio, você pode identificar preferências e comportamentos e, assim, encontrar maneiras de otimizar suas campanhas e investimentos em conexão remota para otimizar os processos cada vez mais.


Conclusão


Termina aqui o guia completo para anunciar no Facebook Ads. Os recursos, estratégias e etapas para fazer um anúncio de sucesso precisam ser conhecidos e devidamente testados para proporcionar resultados.


Assim, quando associada a um planejamento de marketing qualificado, a plataforma de ADs faz muita diferença para marcas de vários segmentos, criando ações que podem ser inseridas mais facilmente no cotidiano dos potenciais clientes, ampliando as oportunidades de conversão.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

3 visualizações0 comentário
 
link whatsapp